sócios do ISA_    
 

Além dos sócios-fundadores, o ISA tem também sócios efetivos e sócios colaboradores. Os Estatutos do ISA prevêem ainda a categoria de sócios honorários. Veja abaixo quem são os sócios por categoria.

Sócios-fundadores

Alícia Rolla - Geógrafa, analista de SIG. Especializada em cartografia temática relacionada a áreas protegidas. Integrou a equipe do PIB/Cedi entre 1985-1994, onde se especializou na qualificação de informações geográficas e em cartografia temática relacionada a áreas protegidas. Coordenou o setor de Geoprocessamento do ISA de 2000 a 2004. Atualmente realiza análises espaciais, pesquisa e relacionamento de dados para os Programas Políticas Públicas e Direito Socioambiental e Monitoramento de Áreas Protegidas do ISA.
topo


Ana Valéria Nascimento Araújo Leitão - Advogada. Formada pela UERJ (1984), com mestrado em Direito Internacional/Direitos Humanos na /American University/ (Washington, DC), trabalhou no NDI entre 1989-94. Integrou a equipe do setor de Atividades Jurídicas do ISA, do qual foi coordenadora, formulando e acompanhando ações judiciais, sistematizando o conhecimento e organizando publicações, além de ter participado de reuniões e seminários internacionais em nome do ISA. Durante dois anos foi diretora da Fundação Rainforest dos Estados Unidos. Foi coordenadora adjunta do projeto Brasil Socioambiental em 2004/2005. Atualmente é coordenadora executiva do Fundo Brasil de Direitos Humanos.
topo


André Junqueira Ayres Villas-Bôas - Indigenista. Trabalhou no Parque Indígena do Xingu (MT), nas áreas Ticuna do Solimões (AM) e Xavante (MT), como funcionário da FUNAI entre 1978 e 1985. Foi chefe da Coordenadoria de Terras Indígenas do Ministério da Reforma e Desenvolvimento Agrário/MIRAD em 1986-87. Foi coordenador adjunto do PIB/CEDI entre 1988-91 e posteriormente seu coordenador geral em 1992-93. Foi sócio fundador do NDI e membro do Conselho Diretor da Fundação Mata Virgem (1991-92). É sócio fundador e membro do Conselho Diretor do Imaflora e da Saúde Sem Limites. Representou o ISA na Amazon Coalition entre 1996-97. É coordenador do Programa Xingu e desde final de abril de 2011 ocupa também o cargo de secretário executivo do ISA.
topo


Anthony Anderson - Biólogo. Natural dos EUA, ex-pesquisador do Museu Paraense Emílio Goeldi. Foi assessor de programa da Fundação Ford no Brasil. Atualmente é o especialista ambiental sênior do Banco Mundial em Brasília.
topo


Brunhilde Haas de Saneaux - Professora. Austríaca, responsável pelo Programa "Aliança pelo Clima" do IIZ (Instituto para Cooperação Internacional, Áustria), instituição que mantém convênio de cooperação com ISA e FOIRN no âmbito do Programa Rio Negro.
topo


Carlos Alberto (Beto) Ricardo - Antropólogo, pesquisador e editor de publicações, ativista com longa experiência no mundo das ONGs no Brasil. Um dos fundadores do CEDI (1974), onde foi secretário geral adjunto por onze anos. Formado em Ciências Sociais pela USP (1972), onde cursou o mestrado. Ex-professor do Colégio Santa Cruz e da UNICAMP. Idealizador e coordenador do projeto Povos Indígenas no Brasil/CEDI (1978/1992), membro da Coordenação Nacional da campanha pelos direitos indígenas na Constituinte (1996/1998). Recebeu o Prêmio Ambientalista Goldman/92 (EUA). Sócio fundador da CCPY (1974), do NDI (1989), do ISA (1994) e de Vídeo nas Aldeias (2000). É coordenador do Programa Rio Negro e de maio de 2005 a abril de 2008, também foi secretário executivo do ISA.
topo


Carlos Frederico Marés de Souza Filho - Advogado, mestre em Direito Público e professor de Direito Ambiental da PUC-PR. Autor de publicações sobre direito ambiental e indígena. Foi Secretário de Cultura de Curitiba e diretor técnico do NDI. É consultor internacional na área de direitos coletivos e direitos dos povos, participa do ILSA (Instituto Latinoamericano de Servicios Legales Alternativos).
topo


Eduardo Viveiros de Castro - Antropólogo. Doutor em antropologia, pesquisador e professor do Museu Nacional/UFRJ. Especialista em etnologia brasileira, realizou pesquisa entre vários povos indígenas. Autor de vários livros e artigos no Brasil e no exterior. Consultor da equipe PIB/CEDI desde 1978, participou da coordenação do Projeto Araweté: Um Intercâmbio Cultural
topo


Enrique Svirsky - In memorian

Ambientalista, uruguaio de nascimento, administrador de empresas, mestre em sociologia pela FLACSO. Especializado em elaboração, negociação e avaliação de projetos, trabalhou na CETESB. Foi vice-presidente do ISA e de maio de 2005 a dezembro de 2010 foi secretário executivo adjunto. Enrique faleceu em 3 de dezembro de 2010.



Fany Pantaleoni Ricardo - Antropóloga. Formada pela USP, foi editora assistente da série Aconteceu Especial PIB em 1980-94. Participou da equipe do PIB/CEDI que implementou o banco de dados sobre terras e povos indígenas no Brasil. No ISA, continua realizando a atualização permanente deste banco, com a inclusão das Unidades de Conservação na Amazônia Legal e outras áreas de interesse socioambiental. É coordenadora do Programa Monitoramento de Áreas Protegidas e do Tema Povos Indígenas no Brasil, do ISA.
topo


Geraldo Andrello - Antropólogo. Formado pela UNICAMP, onde fez mestrado a partir de pesquisa de campo com os índios Taurepang de Roraima. Foi chefe da documentação do PIB/CEDI (1992/93) e entre 94-96 transferiu-se para São Gabriel da Cachoeira (AM), onde foi pesquisador e assessor de associações e comunidades indígenas no âmbito do Programa Rio Negro do ISA. Leciona na Universidade Fderal de São Carlos.
topo


Isabelle Vidal Gianinni - Antropóloga e bióloga. Mestre em antropologia e doutoranda em antropologia pela USP, faz pesquisa e assessora os índios Xikrin do Cateté desde 1984. Foi a articuladora e coordenadora de campo do Plano de Manejo de Recursos Naturais Renováveis da Área Indígena Xikrin do Cateté (PA). Tem domínio básico da língua Kayapó, o que lhe permitiu manter uma interlocução permanente com o Xikrin, além de ser fluente em inglês/francês/português.
topo


Jason Clay - Antropólogo. Trabalhou muitos anos na ONG Cultural Survival (Boston, EUA) como editor e assessor de projetos, onde desenvolveu no final dos 80 um programa de mercado para produtos de origem social e ambiental sustentável. Fundou a ONG Rights & Resources (Washington) e é assessor da WWF de Washington.
topo


João Paulo Ribeiro Capobianco - Biólogo, com curso de especialização pela UnB. Ambientalista, fotógrafo, fundador e primeiro presidente da Associação em Defesa da Juréia. Foi superintendente da Fundação SOS Mata Atlântica (1988/94), membro da Coordenação Nacional e da Secretaria Executiva do Fórum de ONGs Brasileiras Preparatório para a ECO-92. Integrou a Coordenação da Rede de ONGs da Mata Atlântica, o Conselho Administrativo da SOS/MA, o Conselho Diretor da Rainforest Foundation International e foi representante das entidades não-governamentais na Comissão Coordenadora do Programa Nacional de Diversidade Biológica (PRONABIO), além de representante do Governo de São Paulo na Câmara Técnica para Assuntos da Mata Atlântica no Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). Foi coordenador do Programa Mata Atlântica do ISA até o início de 2001, quando foi convidado a assumir o cargo de secretário de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente no primeiro mandato de Lula. No segundo mandato,ocupou a secretaria executiva do MMA, que deixou em com a saída da ministra Marina Silva em 2008.
topo


José Carlos de Almeida Libânio - Antropólogo. Foi assessor para o fundo de pequenos projetos da Embaixada do Canadá (1988-89). Sócio fundador do NDI, onde foi secretário executivo (1990), ex-diretor executivo do Greenpeace/BR (1991) e ex-assessor para políticas ambientais do WWF/Brasil (1992-94). Foi assessor para desenvolvimento sustentável do PNUD em Brasília.
topo


Juliana Ferraz da Rocha Santilli - é formada em Direito pela UFRJ, e pós-graduada em Jornalismo, pela Universidade da Califórnia em Berkeley. Foi assessora jurídica do Núcleo de Direitos Indígenas (NDI). Sócia-fundadora do ISA , foi também vice-presidente e assessora jurídica da instituição. Atualmente, é Promotora de Justiça, da carreira do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, tendo atuado nas áreas de meio ambiente, patrimônio cultural, defesa do consumidor e na área criminal. É mestre em Direito e Estado pela Universidade de Brasília, tendo defendido dissertação sobre “O socioambientalismo e a construção de novos paradigmas jurídicos”. Foi relatora do Grupo de Trabalho sobre Conhecimento Tradicional Associado à Biodiversidade, criado pelo Conselho de Gestão do Patrimônio Genético, da Secretaria de Biodiversidade e Florestas, do Ministério do Meio Ambiente, com a finalidade de formular nova legislação relativa ao acesso aos recursos genéticos e conhecimentos tradicionais associados à biodiversidade.
topo


Márcio Santilli - Filósofo, formado pela Unesp, foi presidente da Funai de setembro de 1995 a março de 1996. Sócio-fundador do ISA, é atualmente coordenador do Programa de Política e Direito Socioambiental. Foi Secretário Executivo, membro do Conselho Diretor, coordenador da Campanha Y Ikatu Xiungu e da Iniciativa de Mudanças Climáticas. Atualmente é coordenador do Programa Política e Direito Socioambiental do ISA, em Brasília.
topo


Marina da Silva Kahn - Antropóloga. Formada pela PUC-SP, com mestrado em antropologia pela UnB. Trabalhou como educadora indígena entre os Xavante (MT, 1979/80), Ticuna (AM, 1980/83), Alto Xingu (MT, 1983/85). Entre 1988/94 integrou a equipe do PIB/CEDI (editora assistente do Aconteceu especial) e foi consultora do CTI na área de educação escolar indígena (projeto Waiãpi). Consultora para projetos de educação indígena. Participou como bolsista de um programa de capacitação nas áreas de ONGs/políticas públicas no EUA, com apoio do ISA. Foi coordenadora da área permanente de Capacitação de parceiros locais do ISA até dezembro de 2004. A partir de maio de 2008 passou a integrar o Conselho Diretor e em 2010, assumiu interinamente a presidência da instituição.
topo


Mário Mantovani - Geógrafo. Ambientalista, especialista em manejo de recursos hídricos, coordenador do Núcleo União Pró-Tietê (SOS/MA). Fundador e secretário da Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente. Atualmente é diretor de relações institucionais da Fundação SOS Mata Atlântica.
topo


Neide Esterci - Antropóloga. Doutora em antropologia, professora e coordenadora do Núcleo de Estudos Rurais da UFRJ. Foi sócia do CEDI, onde foi membro da diretoria e coordenadora do Programa Movimento Camponês. Pesquisadora, autora de vários artigos e publicações: Cooperativismo e coletivização no campo: questões sobre a prática da Igreja Popular no campo (organizadora); Conflito no Araguaia: peões e posseiros contra grandes empresas (autora); Assentamentos rurais: diversidade e perspectivas para uma política de Reforma Agrária (co-organizadora); Escravidão: fronteiras sociais da desigualdade (autora). Foi presidente do ISA de 2001 a abril de 2010.
topo


Nilto Ignácio Tatto - Administrador. Fundador do Espaço, Formação e Assessoria, ONG que atua junto aos movimentos populares da região sul da cidade de SP, inclusive na área ambiental. Administrador geral do CEDI de 1984 a 1994. Foi Secretário Geral, Diretor Executivo Adjunto e atualmente coordena o Programa Vale do Ribeira do ISA.
topo


Ricardo Azambuja Arnt - Jornalista. Mestre em Semiologia (UFRJ), ex-TVGlobo/JB/FSP/TV Bandeirantes; autor de "O Que é Política Nuclear", "O Armamentismo e o Brasil" e "Um Artifício Orgânico: Transição na Amazônia e Ambientalismo". Colaborador na área de meio ambiente de publicações no Brasil e no exterior. Prêmio Gaia Internazionale per L'Ambiente (1989/Palermo) e Menção Especial do Maria Moors Cabot Award for Journalism (1991, Columbia University, NY). Trabalhou no projeto de transição CEDI/ISA. Foi editor do Parabólicas, informativo publicado e distribuído pelo ISA, e editor da revista Exame.
topo


Rubens Ramos Mendonça - Engenheiro florestal. Ambientalista, fundador do Movimento Pró-Juréia, vice-presidente do 5 Elementos - Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental, chefe da Divisão Técnica da Superintendência do IBAMA/SP e professor convidado do Depto. de Ciências Florestais da ESALQ/USP. Foi coordenador do projeto Xikrin do ISA de março de 2001 até o final de 2002. Atualmente está no serviço Florestal Brasileiro (SBF)
topo

Sérgio Barros Leitão - Advogado, especializou-se em formular e acompanhar ações judiciais na área de direitos coletivos. De 1990 a 1994, trabalhou no Núcleo de Direitos Indígenas (NDI), uma das organizações que deu origem ao Instituto Socioambiental. Fundador do ISA, foi coordenador das atividades jurídicas até dezembro de 1999. Trabalhou como assessor da presidência da Funai até maio de 2000 e em seguida assumiu o cargo de assessor especial do Ministério da Justiça, no qual permaneceu até a saída do ministro José Gregori em setembro de 2001. De novembro de 2001 a janeiro de 2002 foi assessor da Conselho de Acesso ao Patrimônio Genético do Ministério do Meio Ambiente. Durante dois anos foi colaborador voluntário da Fundação Rainforest dos Estados Unidos. Foi Diretor Executivo do ISA entre janeiro de 2004 e maio de 2005.É diretor de Campanhas do Greenpeace-BR
topo


Sérgio Mauro de Souza Santos Filho - Engenheiro e analista de sistemas formado pela USP (1979). Trabalhou no Setor de Processamento de Dados do CEDI. A partir de 1991 foi o responsável técnico pela implantação do laboratório de informações geográficas e sensoriamento remoto do PIB/CEDI. Especializou-se em Sistemas de Informações Geográficas. Representou o ISA participando de reuniões e seminários nacionais e internacionais. Coordenou a implantação de um novo banco de dados socioambiental do ISA e de uma linha dedicada na Internet. Foi Secretário Executivo, vice-presidente do Instituto e é menbro do Conselho Diretor. A partir de maio de 2008 assumiu o cargo de Secretário Executivo.

Stephan Schwartzman - Antropólogo. Realizou pesquisas e tese de doutorado entre os Panará (Krenhakarore). É senior scientist do Programa Internacional do Environmental Defense Fund (Washington DC), que atualmente coopera com o ISA no Projeto Panará.
topo





Tony Gross - Cientista Político. Estudou conflitos de terra na Amazônia Ocidental, com pesquisa de campo entre os Apurinã de Boca do Acre (AM) e os seringueiros de Xapuri (AC). Foi representante da OXFAM no Brasil (1982-87), coordenador do projeto socioambiental do CEDI (1989/93), e coordenador nacional do Fórum Global/92. Foi coordenador técnico do Comitê de Avaliação Independente do PLANAFLORO, em Rondônia (1993) e diretor executivo adjunto do Centre for Our Common Future, em Genebra (1994). De 1994 à 2001 foi oficial do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), lotado no Secretariado da Convenção sobre Diversidade Biológica em Montréal, Canadá. Atualmente é diretor da Foundation for International Environmental Law and Development (FIELD), em Londres.

Willem Pieter Groeneveld - Engenheiro Florestal. Holandês de nascimento, ecólogo, fundador do IPHAE (Porto Velho), consultor internacional, assessor de projetos de pequenos produtores agroflorestais.

topo

Sócios efetivos


Adriana Ramos

Aloisio Cabalzar

André Lima

Antônio Nobre

Aurélio Rios

Caio Luiz Carneiro Magri

Deborah Lima

Fernando Mathias Batista

Gisela Moreau

José Eli da Veiga

Jurandir Mendes Craveiro Jr.

Laymert Garcia dos Santos

Leão Serva

Luis Fernando Lemos

Manuela Carneiro da Cunha

Marcelo Salazar

Marcos Wesley de Oliveira

Mariana Moreau

Marussia Whately

Mauro Almeida

Paulo Afonso Garcia

Paulo Junqueira

Percival Caropreso

Raul Telles do Valle

Renata Cook

Rodrigo Junqueira

Washington Novaes