Conheça o Prêmio Megafone, o primeiro de ativismo no Brasil!

Versão para impressão

Contribuir para aumentar a visibilidade do ativismo como catalisador de transformação social é o principal objetivo do prêmio Megafone. Na contracorrente dos retrocessos das políticas ambientais, que geram cada vez mais impactos como desmatamento, queimadas e secas, a ação quer mostrar que arte e ativismo podem andar juntos na resistência por um Brasil mais justo socioambientalmente.

As inscrições estão abertas até 6 de março de 2022 e podem ser feitas pelo site. Mais informações sobre oficinas e outras iniciativas do projeto podem ser encontradas no perfil de Instagram oficial, o @megafoneativismo.

A próxima premiação, que contempla ativistas e artivistas que colocaram a mão na massa em 2021, acontecerá no dia 6 de abril, e as inscrições estão abertas para 14 categorias diferentes: ação direta, arte de rua, marcha, reportagem de mídia independente, meme, perfil de rede social, música, documentário, cidadão indignado, jovem ativista, cartaz em manifestação, foto, megafone do ano e prêmio do júri.

Serão 70 selecionados e um premiado por categoria. Segundo os organizadores, o fortalecimento do ecossistema ativista, através da comunicação e da arte, pode fortalecer a ação da sociedade civil organizada, fortalecer as políticas públicas ambientais e fomentar o surgimento de novos agentes, principalmente jovens e mulheres, no debate e na ação de combate à crise climática.

Juntos somos mais fortes! O projeto é resultado da parceria entre diversas organizações, como Pimp My Carroça, Instituto Sociambiental (ISA), Greenpeace Brasil, Engajamundo, Hivos, Condomínio Cultural, labExperimental, Vozes pela Ação Climática (VAC) e WWF, além de coletivos de arte e cultura e comunicação de todo Brasil.

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.